A importância da mãe controlar sua ansiedade - We Tree

A importância da mãe controlar sua ansiedade

quando-filho-precisa-de-psicologo
Quais os sinais que seu filho precisa de psicólogo?
evite-gritar-com-os-filhos
Como fazer seu filho te respeitar sem gritar com ele

A importância da mãe controlar sua ansiedade

saber-controlar-a-ansiedade

A ansiedade é um aspecto terrível na vida de qualquer pessoa. Para as mulheres, lidar com emprego, casa, esposo e a maternidade pode requerer uma carga emocional extra e, controlar sua ansiedade é essencial para evitar traumas nos filhos.

Ao testemunhar a mãe em um estado de ansiedade pode ser perturbador para as crianças. Ainda mais se isso ocorrer em um momento onde seu filho busca obter informações. O resultado pode ser crises de insegurança e traumas que a acompanharão pelo resto da vida.

Mas saiba que ter crises de ansiedade é natural, porém saber controlá-la é um processo fácil de atingir.

Como controlar sua ansiedade

Se uma mãe parece consistentemente ansiosa e com medo, a criança tomará aquilo como modelo. E há evidências de que filhos de pais ansiosos têm maior probabilidade de exibir ansiedade — uma combinação inevitável de fatores genéticos e comportamentos aprendidos.

Desta forma, pode ser doloroso pensar que, apesar de suas melhores intenções, você pode estar transmitindo seu próprio estresse ao seu filho. Mas se você está lidando com ansiedade e começa a perceber que seu filho apresenta comportamentos ansiosos, a primeira coisa importante é não se deixar levar pela culpa. 

Não há necessidade de se punir! É muito ruim ter ansiedade, e não é fácil desligar.

Mas a transmissão da ansiedade de mãe para filho não é inevitável. A segunda coisa importante a fazer é implementar estratégias para ajudar a garantir que você não transmita sua ansiedade aos seus filhos. 

Isso significa gerenciar o seu próprio estresse da maneira mais eficaz possível e ajudar seus filhos a administrar o deles. Desta maneira, se uma criança é propensa à ansiedade, é útil conhecê-la mais cedo e aprender as estratégias para administrar mais cedo.

Técnicas de gerenciamento de estresse

Pode ser muito difícil comunicar uma sensação de calma ao seu filho quando você está lutando para lidar com sua própria ansiedade. Por isso, um profissional de saúde mental pode ajudá-la a trabalhar com métodos de gerenciamento de estresse que atendam às suas necessidades específicas. 

Ao aprender a tolerar o estresse, você ensinará seu filho — que recebe dicas do seu comportamento — a lidar com situações de incerteza ou dúvida.

Você pode aprender estratégias de terapia que poderá transmitir ao seu filho quando ele estiver ansioso. Por exemplo, se você estiver pensando racionalmente durante períodos de estresse, poderá praticar essas mesmas habilidades com seu filho. Diga a ela: “Eu entendo que você está com medo, mas quais são as chances de algo assustador realmente acontecer?”

Tente manter um comportamento calmo e neutro na frente do seu filho, mesmo quando estiver trabalhando para controlar sua ansiedade. Esteja ciente de suas expressões faciais, das palavras que escolher e da intensidade da emoção que expressa, porque as crianças estão lendo você. 

São pequenas esponjas e aprendem tudo!

Explique sua ansiedade

Embora você não queira que seu filho testemunhe todos os momentos de ansiedade que experimenta, não precisa suprimir constantemente suas emoções. Tudo bem — e até saudável — para as crianças verem os pais lidando com o estresse de vez em quando, mas você precisa explicar por que reagiu da maneira que reagiu.

Portanto, sabia controlar sua ansiedade na frente dos filhos. Mas se for inevitável, explique a ele o que motivou sua alteração. Desta forma, a criança entenderá melhor também suas reações, tristezas e ansiedades!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *